Onde passar o natal na Europa?

Natal

Natal

Basta chegar dezembro para o clima de natal invadir o coração e as agendas de viagem. A paisagem das cidades se transforma com o surgimento de luzes multicoloridas, as sacolas se enchem de presente, as canções invadem as ruas e todos se preparam para receber a grande festa. Se no Brasil isso já faz todo o sentindo, imagine no continente europeu, onde as celebrações natalinas são ainda mais tradicionais. Entre presépios animados, mercados de Natal, pistas de patinação no gelo e até a Missa do Galo, o natal na Europa é sempre garantia de fortes emoções.

Se você está fazendo um intercâmbio na Irlanda e não quer deixar essa data tão especial passar em branco, mesmo estando longe da família, a nossa lista de eventos natalinos europeus foi pensada em você. Conheça agora os melhores destinos do velho continente. Certamente tem algum com a sua cara!

Irlanda: Natal para todos os gostos

Os festejos natalinos, em território irlandês, começam doze dias antes do natal propriamente dito. É o que todos por lá chamam de Little Christmas. Como a Irlanda é um país basicamente católico, as celebrações têm uma ligação muito forte com a religião. Cheio de simbolismos, o Natal na Irlanda é bonito de se ver. No parapeito das casas todos mantém uma vela acesa para simbolicamente iluminar o caminho da Sagrada Família.

O centro histórico de Dublin é especialmente decorado para a data, além de ser o cenário perfeito para diversas atrações na época do Natal. Na mais antiga catedral da cidade, a Christchurchl, todos os anos é exposto um lindo presépio artesanal. Além disso, grandes apresentações teatrais também fazem parte do circuito cultural natalino na  Irlanda.

É costume local participar missas especiais no período, mas mesmo diante de tanta tradição religiosa, é muito comum que as pessoas frequentem os Pub´s na véspera da data. Afinal, na Irlanda tudo soa como um bom motivo para beber um pouco com os amigos. O natal na Irlanda é totalmente democrático: tem comemoração para todos os gostos.

Alemanha e seus mercados encantados

Na Alemanha a cultura natalina é fortemente baseada nos Mercados de Natal, que vão muito além dos comércios convencionais. Em Berlim são mais de 60 mercados, só para se  ter uma ideia. Eles são chamados de Weihnachtsmarkt e esquecendo o nome difícil, os Mercados de Natal são marcados pela beleza, variedade e pelo encantamento. Neles é possível encontrar desde os ingredientes da ceia até belos artigos decorativos feitos por artesãos locais. Se você estiver por perto, vale a pena visitar e viver um verdadeiro  Frohliche Weihnachten, ou melhor, Feliz Natal!

Espanha: gastronomia é o maior presente da festa

Com a chegada do Natal, as ruas espanholas recebem muitas luzes e belíssimas decorações, mas o ponto forte da celebração é a gastronomia local e a Loteria Natalina, sorteada todo dia 22 de dezembro. Vale destacar que a maioria dos espanhóis concorre ao prêmio. Entre os dias 24 e 25, a tradição é comemorar com a família e a ceia farta não pode faltar. Mas para quem está sozinho ou simplesmente não quer cozinhar, os restaurantes e hotéis oferecem menus incríveis, com comidas tipicamente natalinas que sem dúvida alguma transformam a gastronomia espanhola no melhor presente da festa.

França e o brilho da Cidade Luz

No natal, Paris ganha ainda mais brilho e honra justificando, literalmente, o título de Cidade Luz. A prefeitura local promove um festival de luzes e a capital francesa fica bastante iluminada, traduzindo toda beleza do espírito natalino. As empresas também aderem ao movimento e decoram suas fachadas intensificando o efeito exuberante da iluminação. Como é tradição na Europa, Paris conta ainda com o seu mercado de Natal,  inaugurado em 1570. O nome do mercado é cidade do Papai Noel e ele fica aberto entre  28 de novembro e 31 de dezembro.

Grã-Bretanha: diversão e patinação no gelo

Para quem gosta de patinar no gelo, Londres é uma ótima pedida. A cidade é sede da mais longa pista de patinação do mundo.  Turistas e nativos podem viver essa aventura no Estádio de Wembley, entre 11 de dezembro a 3 de janeiro. A prática esportiva já se transformou numa tradição natalina e quem colocar esse passeio no roteiro, poderá ainda provar bebidas comemorativas, curtir o som de vários DJs famosos, experimentar guloseimas e fazer compras de Natal.

Suíça: a intensidade dos sons e sabores de natal

Quem quiser passar o Natal na  Suíça pode escolher dentre várias opções de cidade. Zurique, Berna, Basiléia, Lucerna, Montreux, Lausanne e Genebra se destacam, pois contam com programações muito especiais no período. O Natal suíço envolve mercados natalinos, corais infantis e circos. A arquitetura também é um convite aos turistas, o artesanato chama a atenção e a gastronomia típica é um espetáculo à parte. Fondue, raclette, castanhas assadas e vinho quente enchem o natal suíço de muito sabor.

Itália: tradição religiosa

Na Itália as celebrações de natal estão completamente vinculadas ao aspecto religioso da data. Na área central da Itália, há séculos, as bandas de pífaros saem pelas ruas e montanhas cantando alegremente para convidar os italianos a se unirem à celebração.

Em Roma, as grandes atrações são os belos presépios e,  no Vaticano, a Missa do Galo é um grande chamariz para fiéis de todo mundo. Vale destacar que quem passar pela Itália na época de Natal não deve deixar de provar o verdadeiro panetone.

E aí, gostou das nossas dicas? Que lugar ou programação de natal não podem faltar no roteiro? Queremos ouvir a sua opinião!

No Comments Yet.

Leave a Reply